segunda-feira, 28 de setembro de 2009

Almoço na casa de Sâmira/Aniversariantes do Trimestre

O almoço para comemoração dos aniversariantes do trimestre aconteceu no último sábado dia 26/09/09 e foi simplesmente MARAVILHOSO!!! O Tema central foi: "Somos Especiais" - com uma ilustração de uma história real, onde levantei a questão de termos deficiências, não físicas, mas comportamentais, e que acentuamos esses defeitos no outro, no entanto, não é porque somos imperfeitos que deixamos de ser especiais, quando olhamos o outro e podemos ver que Jesus morreu na cruz por amor a ele, com certeza teremos maior cuidado com os nossos comportamentos, pensamentos e ações para com o nosso irmão.
Almoçamos (comida baiana) inclusive tinha acarajé e abará, quem faltou perdeu porque estava tudo delicioso: muqueca de camarão, muqueca de peixe, vatapá... Após o almoço assistimos o filme O Fazendeiro que expõe a fé como firme fundamento das coisas que não se vêem, mas se espera. Assistam é realmente muito edificante!
Postei abaixo a ilustração e as fotos do evento e peço que observem a expressão de Ronaldo e vejam nele o prazer de estarmos juntos. Dessa forma amados vamos ser constantes na comunhão e abundantes na obra do Senhor!
Deus os abençoe.
Somos Especiais - Uma História Real
por Pr. Cleverson » 19 06 04
No Brooklyn, Nova Iorque, Chush é uma escola que se dedica ao ensino de crianças especiais. Algumas crianças ali permanecem por toda a vida escolar, enquanto outras podem ser encaminhadas a escolas comuns. Em um jantar beneficente de Chush, o pai de uma criança fez um discurso que nunca mais seria esquecido pelos que ali estavam presentes. Depois de elogiar a escola e seu dedicado pessoal, perguntou ele: "Onde está a perfeição em meu filho Pedro, se tudo o que DEUS faz é feito com perfeição? Meu filho não pode entender as coisas como outras crianças entendem. Meu filho não pode se lembrar de fatos e números como as outras crianças. Então, onde está a perfeição de Deus?" Todos ficaram chocados com a pergunta e com o sofrimento daquele pai. Mas ele continuou: "Acredito que quando Deus traz uma criança especial ao mundo, a perfeição que Ele busca está no modo como as pessoas reagem diante desta criança." Então ele contou a seguinte história sobre o seu filho Pedro: "Uma tarde, Pedro e eu caminhávamos pelo parque onde alguns meninos que o conheciam, estavam jogando beisebol. Pedro perguntou-me: - Pai, você acha que eles me deixariam jogar? Eu sabia das limitações do meu filho e que a maioria dos meninos não o queria no time. Mas entendi que se Pedro pudesse jogar com eles, isto lhe daria uma confortável sensação de participação. Aproximei-me de um dos meninos no campo e perguntei-lhe se Pedro poderia jogar. O menino deu uma olhada ao redor, buscando a aprovação de seus companheiros de time e mesmo não conseguindo nenhuma aprovação, ele assumiu a responsabilidade e disse: - Nós estamos perdendo por seis rodadas e o jogo está na oitava.- Acho que ele pode entrar em nosso time e tentaremos colocá-lo para bater até a nona rodada. Fiquei admirado quando Pedro abriu um grande sorriso ao ouvir a resposta do menino. Pediram então que ele calçasse a luva e fosse para o campo jogar. No final da oitava rodada, o time de Pedro marcou alguns pontos, mas ainda estava perdendo por três. No final da nona rodada, o time de Pedro marcou novamente e agora com dois fora e as bases com potencial para a rodada decisiva, Pedro foi escalado para continuar. Um questionamento, porém, veio à minha mente: o time deixaria Pedro, de fato, rebater nesta circunstância e jogar fora a chance de ganhar o jogo? Surpreendentemente, foi dado o bastão a Pedro. Todo o mundo sabia que isto seria quase impossível, porque ele nem mesmo sabia segurar o bastão. Porém, quando Pedro tomou posição, o lançador se moveu alguns passos para arremessar a bola de maneira que Pedro pudesse ao menos rebater. Foi feito o primeiro arremesso e Pedro balançou desajeitadamente e o perdeu. Um dos companheiros do time de Pedro foi até ele e juntos seguraram o bastão e encararam o lançador. O lançador deu novamente alguns passos para lançar a bola suavemente para Pedro. Quando veio o lance, Pedro e o seu companheiro de time balançaram o bastão e juntos rebateram a lenta bola do lançador. O lançador apanhou a suave bola e poderia tê-la lançado facilmente ao primeiro homem da base, Pedro estaria fora e isso teria terminado o jogo. Ao invés disso, o lançador pegou a bola e lançou-a em uma curva,longa e alta para o campo, distante do alcance do primeiro homem da base. Então todo o mundo começou a gritar: - Pedro, corra para a primeira base. Corra para a primeira. Nunca em sua vida ele tinha corrido... Mas saiu em disparada para a linha de base, com os olhos arregalados e assustado. Até que ele alcançasse a primeira base, o jogador da direita teve a posse da bola. Ele poderia ter lançado a bola ao segundo homem da base, o que colocaria Pedro para fora, pois ele ainda estava correndo. Mas o jogador entendeu quais eram as intenções do lançador, assim, lançou a bola alta e distante, acima da cabeça do terceiro homem da base. Todo o mundo gritou: - Corra para a segunda, corra para a segunda base. Pedro correu para a segunda base, enquanto os jogadores à frente dele circulavam deliberadamente para a base principal. Quando Pedro alcançou a segunda base, a curta parada adversária colocou-o na direção de terceira base e todos gritaram: - Corra para a terceira. Quando Pedro contornou a terceira base, os meninos de ambos os times correram atrás dele gritando: - Pedro, corra para a base principal. Pedro correu para a base principal, pisou nela e todos os 18 meninos o ergueram nos ombros fazendo dele o herói, como se ele tivesse vencido o campeonato e ganhado o jogo para o time dele." "Naquele dia," disse o pai, com lágrimas caindo sobre a face, "aqueles 18 meninos alcançaram a Perfeição de Deus. Eu nunca tinha visto um sorriso tão lindo no rosto do meu filho!"
















"Quem caminha em direção da luz, não tem tempo de observar o que se passa nas trevas."

"Quem caminha em direção da luz, não tem tempo de observar o que se passa nas trevas."
"E peço isto: que o vosso amor cresça mais e mais em ciência e em todo o conhecimento.Para que aproveis as coisas excelentes, para que sejais sinceros, e sem escândalo algum até ao dia de Cristo;Cheios dos frutos de justiça, que são por Jesus Cristo, para glória e louvor de Deus." Filipenses 1:9-11

A BÍBLIA

A BÍBLIA
"Lâmpada para os meus pés é tua palavra, e luz para o meu caminho." Salmo 119:105

SIGNIFICADO DO AMOR POR SHAKESPEARE

Depois de algum tempo, você aprende a diferença sutil entre segurar a mão de alguém e escravizar uma alma, aprende que amor não significa de pendência e companhia não significa segurança, que beijos não são contratos e presentes não são promessas, passa a aceitar os seus defeitos com a cabeça erguida e os olhos abertos , com a elegância de um adulto, não com o pesar de uma criança.

Aprende a abrir todos os seus caminhos hoje porque o futuro é muito incerto para fazer planos.

Aprende que até mesmo a luz solar queima se você se expuser muito.

Então plante seu próprio jardim e embeleze a sua própria alma, em vez de esperar que alguém traga-lhe flores.

E você aprende que realmente pode resistir... Que é forte, e tem valor.

Autor: Shakespeare (1564-1616)

VISITAS

O Senhor te fará voar alturas inimagináveis

O Senhor te fará voar alturas inimagináveis

A Aula

A Aula
Dia 21/09/2008

USANDO MEUS RELACIONAMENTOS

Esse foi o tema da aula passada. Abordamos a importância de seguir o exemplo de Jesus, como mestre dos relacionamentos.
- O que um relacionamento saudável deve apresentar como características:
1° Aproximar você de Deus - adoração
2° Aproximar você das pessoas - comunhão
3° Realizar obras para as quais você foi criado - serviço

Concomitantemente os relacionamentos saudáveis proporcionarão:

Apoio e Estímulo - Ec. 4:9
Melhor é serem dois do que um, porque têm melhor paga do seu trabalho.
Exemplos a serem seguidos - I Cor. 4: 16-17
Admoesto-vos, portanto, a que sejais meus imitadores.
Por esta causa vos mandei Timóteo, que é meu filho amado, e fiel no Senhor, o qual vos lembrará os meus caminhos em Cristo, como por toda a parte ensino em cada igreja.

Confrontação e Disciplina - Gal. 6:1
IRMÃOS, se algum homem chegar a ser surpreendido nalguma ofensa, vós, que sois espirituais, encaminhai o tal com espírito de mansidão; olhando por ti mesmo, para que não sejas também tentado.

Sua missão e ministério só poderão ser cumpridos através de relacionamentos saudáveis. Portando, sirva, perdoe, compreenda, aceite e ame. Resplandeça como astro. Fil. 2:5

A Leitura de um texto

A Leitura de um texto
O Campo de Abacaxis

FOTOS DA AULA

FOTOS DA AULA
Relacionamentos Saudáveis - 21/09/2008

Parabéns! Pela aula dada em Agosto.

Parabéns! Pela aula dada em Agosto.
Parabéns a nossa irmã Sandra Chaves pelo ótimo desempenho na aula do último domingo de agosto.
Foi abordado que a Glória de Deus é tudo que ele é. A sua natureza, a demonstração do seu poder, a sua bondade, todas as suas qualidades intrínsecas e eternas.
Nós refletimos a Glória de Deus e precisamos ter bem claro em nossa mente que tudo que viermos a fazer deverá ser com esse objetivo: fazer todas as coisas para a sua Glória.
Foi colocado também que embora sejamos um vaso, aparentemente tão sem valor, somos valiosos, pois existe dentro de nós a mais rica jóia do amor de Deus: Jesus Cristo, que escolheu os cravos da cruz por amor a cada um de nós.