quinta-feira, 22 de outubro de 2009

Eu também não te condeno



Eu também não te condeno

Pode procurar que você não vai achar. Não importa aonde vá, estou absolutamente convencido de que há duas coisas que você nunca vai achar. Você pode correr o mundo e o tempo, e tenho certeza que jamais conseguirá achar alguém que não se envergonhe de algo em seu passado. Para qualquer lugar que você vá, lá estarão elas, as pessoas que gostariam de apagar um momento, uma fase, um ato, uma palavra, um mínimo pensamento. Todo mundo tenta disfarçar, e certamente há aqueles que conseguem viver longos períodos sem o tormento da lembrança. Mas mesmo estes, quando menos esperam são assombrados pela memória de um ato de covardia, um gesto de pura maldade, um desejo mórbido, um abuso calculado, enfim, algo que jamais deveriam ter feito, e que na verdade, gostariam de banir de suas histórias ou, pelo menos, de suas recordações.

Isso é uma péssima notícia para a humanidade, mas uma ótima notícia para você: você não está sozinho, você não está sozinha. Inclusive as pessoas que olham em sua direção com aquela empáfia moral e sugerem cinicamente que você é um ser humano de segunda ou terceira categoria, carregam uma página borrada em sua biografia, grampeada pela sua arrogância e selada pelo medo do escândalo, da rejeição e da condenação no tribunal onde a justiça jamais é vencida. Você não está sozinho. Você não está sozinha. Não importa o que tenha feito ou deixado de fazer, e do que se arrependa no seu passado, saiba que isso faz de você uma pessoa igual a todas as outras: a condição humana implica a necessidade da vergonha.

A segunda coisa que você nunca vai encontrar é um pecado original. Não tenha dúvidas, o mal que você fez ou deixou de fazer está presente em milhares e milhares de sagas pessoais. Não existe algo que você tenha feito ou deixado de fazer que faça de você uma pessoa singular no banco dos réus – ao seu lado estão incontáveis réus respondendo pelo mesmíssimo crime. Talvez você diga, “é verdade, todos têm do que se envergonhar, mas o que eu fiz não se compara ao que qualquer outra pessoa possa ter feito”. Engano seu. O que você fez ou deixou de fazer não apenas se compara, como também é replicado com absoluta exatidão na experiência de milhares e milhares de outras pessoas. Isso significa que você jamais está sozinho, jamais está sozinha, na fila da confissão.

Talvez por estas razões, a Bíblia Sagrada diz que devemos confessar nossas culpas uns aos outros: os humanos não nos irmanamos nas virtudes, mas na vergonha. Este é o caminho de saída do labirinto da culpa e da condenação: quando todos sussurrarmos uns aos outros “eu não te condeno”, ouviremos a sentença do Justo Juiz: “ninguém te condenou? Eu também não te condeno”.

É isso, ou o jogo bruto de sermos julgados com a medida com que julgamos. A justiça do único justo reveste os que têm do que se envergonhar quando os que têm do que se envergonhar desistem de ser justos.
Pr. ED RENÉ KIVITZ

"Quem caminha em direção da luz, não tem tempo de observar o que se passa nas trevas."

"Quem caminha em direção da luz, não tem tempo de observar o que se passa nas trevas."
"E peço isto: que o vosso amor cresça mais e mais em ciência e em todo o conhecimento.Para que aproveis as coisas excelentes, para que sejais sinceros, e sem escândalo algum até ao dia de Cristo;Cheios dos frutos de justiça, que são por Jesus Cristo, para glória e louvor de Deus." Filipenses 1:9-11

A BÍBLIA

A BÍBLIA
"Lâmpada para os meus pés é tua palavra, e luz para o meu caminho." Salmo 119:105

SIGNIFICADO DO AMOR POR SHAKESPEARE

Depois de algum tempo, você aprende a diferença sutil entre segurar a mão de alguém e escravizar uma alma, aprende que amor não significa de pendência e companhia não significa segurança, que beijos não são contratos e presentes não são promessas, passa a aceitar os seus defeitos com a cabeça erguida e os olhos abertos , com a elegância de um adulto, não com o pesar de uma criança.

Aprende a abrir todos os seus caminhos hoje porque o futuro é muito incerto para fazer planos.

Aprende que até mesmo a luz solar queima se você se expuser muito.

Então plante seu próprio jardim e embeleze a sua própria alma, em vez de esperar que alguém traga-lhe flores.

E você aprende que realmente pode resistir... Que é forte, e tem valor.

Autor: Shakespeare (1564-1616)

VISITAS

O Senhor te fará voar alturas inimagináveis

O Senhor te fará voar alturas inimagináveis

A Aula

A Aula
Dia 21/09/2008

USANDO MEUS RELACIONAMENTOS

Esse foi o tema da aula passada. Abordamos a importância de seguir o exemplo de Jesus, como mestre dos relacionamentos.
- O que um relacionamento saudável deve apresentar como características:
1° Aproximar você de Deus - adoração
2° Aproximar você das pessoas - comunhão
3° Realizar obras para as quais você foi criado - serviço

Concomitantemente os relacionamentos saudáveis proporcionarão:

Apoio e Estímulo - Ec. 4:9
Melhor é serem dois do que um, porque têm melhor paga do seu trabalho.
Exemplos a serem seguidos - I Cor. 4: 16-17
Admoesto-vos, portanto, a que sejais meus imitadores.
Por esta causa vos mandei Timóteo, que é meu filho amado, e fiel no Senhor, o qual vos lembrará os meus caminhos em Cristo, como por toda a parte ensino em cada igreja.

Confrontação e Disciplina - Gal. 6:1
IRMÃOS, se algum homem chegar a ser surpreendido nalguma ofensa, vós, que sois espirituais, encaminhai o tal com espírito de mansidão; olhando por ti mesmo, para que não sejas também tentado.

Sua missão e ministério só poderão ser cumpridos através de relacionamentos saudáveis. Portando, sirva, perdoe, compreenda, aceite e ame. Resplandeça como astro. Fil. 2:5

A Leitura de um texto

A Leitura de um texto
O Campo de Abacaxis

FOTOS DA AULA

FOTOS DA AULA
Relacionamentos Saudáveis - 21/09/2008

Parabéns! Pela aula dada em Agosto.

Parabéns! Pela aula dada em Agosto.
Parabéns a nossa irmã Sandra Chaves pelo ótimo desempenho na aula do último domingo de agosto.
Foi abordado que a Glória de Deus é tudo que ele é. A sua natureza, a demonstração do seu poder, a sua bondade, todas as suas qualidades intrínsecas e eternas.
Nós refletimos a Glória de Deus e precisamos ter bem claro em nossa mente que tudo que viermos a fazer deverá ser com esse objetivo: fazer todas as coisas para a sua Glória.
Foi colocado também que embora sejamos um vaso, aparentemente tão sem valor, somos valiosos, pois existe dentro de nós a mais rica jóia do amor de Deus: Jesus Cristo, que escolheu os cravos da cruz por amor a cada um de nós.